Nossa garota

Nossa garota

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Esta foto é uma prova incontestável que o rottweiler tem domínio de sua força e consegue respeitar até uma " poderosa" pincher. Nesta casa, quem manda é ela , a Bisteca! O rottweiler Elvis, concorda sempre !

Esta foto é uma prova incontestável que o rottweiler tem domínio de sua força e consegue respeitar até uma " poderosa" pincher. Nesta casa, quem manda é ela , a Bisteca! O rottweiler Elvis, concorda sempre !




O rottweiler tem um temperamento especial, que facilita muito o seu adestramento. A raça foi desenvolvida ha aproximamente 2000 anos, mas, passou a ser mais divulgada, nos anos 70, quando teve um papel relevante no filme "A Profecia", onde foi apresentado na forma de cão, como o protetor do "Anticristo".



Alguns anos depois, a Rede Globo levou ao ar a novela "Vamp", na qual o rottweiler era também apresentado sob o estigma da violência, sob a forma animal do vampiro "Vlad".




A raça ficou associada ao comportamento agressivo. É lastimável que pessoas pouco esclarecidas se baseando na ficção, sem buscar o devido embasamento científico e conhecimentos técnicos, passaram a promover uma imagem muito negativa, que não faz jus a estes animais, que tantos benefícios oferecem aos humanos, como seus protetores, companheiros ou simplesmente amigos, quando tratados com amor e respeito.




O rottweiler tem um temperamento firme e forte, que precisa ser trabalhado através do adestramento para um perfeito convívio. Comportamentos inadequados como liderança mal estabelecida e tratamento agressivo, são alguns dos problemas que muitos animais enfrentam. Muitas vezes, esses incômodos são gerados por uma conduta inadequada dos donos que descaracterizam o animal. O animal sente e reage de acordo com os estímulos dados por seu dono.O processo de treinamento do animal está diretamente relacionado a dedicação empregada na sua educação.




Pessoas que criaram o animal desde pequeno e, que ao receberem visita na sua residência, o prendem no canil, certamente terão um rottweiler um pouco mais agressivo, não pelo fato de haver algum erro na genética do cão, mas pelo fato de ele não estar acostumado a ter contato com estranhos.




O rottweiler é considerado adulto, isto é, amadurecido em seu instinto, por volta dos 28 a 36 meses. Ele deverá saber que está submisso ao dono, sendo assim, o dono é quem o controla.





Estes cães têm uma enorme necessidade de ter e ver todas as posições hierárquicas claramente definidas e ocupadas. A função do líder da matilha abrange as mais diversas atividades que vão desde a demarcação, vigilância do território, segurança, guarda e proteção de toda a matilha, bem como a manutenção de cada participante dentro da sua posição hierárquica. O líder não aceita ameaça, desafio e insubordinação. Se for não treinado adequamente, as conseqüências serão imprevisíveis.





Sob o ponto de vista dos cães, nós humanos, somos vistos também como caninos, formamos uma só matilha. O cão na realidade é um reflexo do dono, portanto em 80% dos casos, é largamente influenciado pelo meio em que vive e pela forma com que é direcionado.






Para obter um resultado positivo, é preciso mais do que controlar o instinto dos cães. Deve-se preparar e educar quem quer ter um animal. Animais têm vida, sentimentos e necessidades físicas. Por isso é muito importante realizar o adestramento na época correta, enquanto filhote, visando ter um cão equilibrado.





Os proprietários devem ser responsabilizados pelo comportamento dos seus animais, pois as condutas e adestramentos absolutamente inadequados que esses proprietários aplicam nesses animais, é que os tornam violentos e agressivos. Um cão adestrado é uma companhia muito agradável. A natureza não produz animais maus. Os animais não atacam por prazer, e sim quando se sentem ameaçados.




A característica mais marcante no comportamento destes cães é afeição pelo seu dono. Dispondo de tempo e recursos, procure participar de competições como agility e obediência, o que transformará você e seu cão numa dupla inseparável.Lembre-se de que na proteção e na guarda você estará estimulando o cão a fazer o que gosta: proteger você e seu território. Animais só atacam seus donos quando foram maltratados ou ignorados.




O temperamento de um cão primeiramente é comportamento herdado (instinto), com mudanças, por desenvolvimento desse comportamento (amadurecimento) em suas vidas, aliados ao meio (habitat) e ao treinamento apropriado, formando assim seu caráter.




O rottweiler precisa de carinho e muito espaço para correr, brincar, nadar, enfim, se sentir livre para ter ações próprias, naturais ao seu instinto




Um animal bem tratado, não pode receber punição violenta e necessita ter uma vida ativa, jamais estressante ou depressiva. A ferocidade incontrolável é fruto do despreparo no manejo e, até, da intenção do dono em fazer do animal uma arma.





O dono é responsável pela atitude do animal e não o contrário. Nenhuma raça de cão nasce com instinto de atacar o homem.




Devemos nos abstrair da mídia sensacionalista, analisar e reconhecer as verdadeiras características desta maravilhosa raça. Quando ocorrer um acidente, é necessário concentrar a atenção para a causa. Constatará que na quase totalidade das vezes a culpa é do responsável pelo cachorro. Pessoas violentas, tendem a desenvolver cães violentos. Cruzamentos irresponsáveis, que geram cães desequilibrados, também contribuem para difamar a raça.




Dicas de convívio:




- Aprenda a ter controle sobre o seu cão;




- Treine-o para identificar os seus comandos;





- Ele precisa ser socializado, permita que ele conheça outros cães e pessoas diferentes;





- Desenvolva a cumplicidade e a amizade entre voce e seu cão;




- O ideal é que o dono seja maior de 18 anos e condições de realizar o manejo, o tratamento e custear as despesas para garantir sua alimentação e visitas ao veterinário.







Foto: Dra. Roberta Moratore


Postado por Vininha F. Carvalho às 06:40 0 comentários

Nenhum comentário: