Nossa garota

Nossa garota

sábado, 19 de novembro de 2011

Cão salta de paraquedas em operação do Exército no RJ

Rottweiler esteve presente na operação no Alemão.


Um cachorro da raça Rottweiler saltou de paraquedas, durante a operação denominada "Saci", realizada pelo Exército Brasileiro, em Itaguái, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Segundo a Força Aérea Brasileira (FAB), Adam, como é chamado, esteve presente na operação do Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte da cidade, em novembro de 2010. A operação "Saci" ocorreu na quarta-feira (16).








Ainda segundo a FAB, o cachorro saltou com seu próprio paraquedas, junto com militares da corporação. Ele é empregado como cão de ataque e atua em missões de patrulha. Adam tem mais de oito anos e é integrante do 36º Pelotão de Polícia do Exército.







 
Fonte de pesquisa :    http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2011/11/cao-salta-de-paraquedas-em-operacao-do-exercito-no-rj.html

domingo, 13 de novembro de 2011

ATENÇÃO PELA REPORTAGEM IMPORTANTE

Muitos como o pitbull andam com os donos sem focinheira e causam perigos para outros cachorros e pessoas Rodrigo Rainho



Cachorros à solta, um risco aos sorocabanos( PARA TODOS NÓS)

Pandora, uma cachorra de raça indefinida, fazia seu passeio matinal com a dona Dalva Rita Braga, no Jardim Betânia, quando Massaranduba, pitbull de 9 meses, ataca; resultado quase sempre é trágico







Cão agressivo sem guia e solto pela rua tem sido cada vez mais comum em Sorocaba. A Lei Estadual nº 11.531/2003 é clara: o proprietário de cães ferozes, como pitbull, rottweiler e mastim napolitano – em vias públicas, logradouros ou locais de acesso público – devem utilizar guia curta de condução, enforcador e focinheira.






O dia tinha tudo para ser agradável e maravilhoso para a auxiliar de atendimento Dalva Rita Braga, 41 anos, mas não foi isso que aconteceu. No sábado, ela decidiu levar a cachorra Pandora e mais três cães para passear. Moradora do Jardim Betânia, ela não esperava que fosse ser alvo de um inimigo, que está circulando pelas ruas, mas nunca se imagina que vai aparecer um pela frente: o cão sem guia. Pior é que o animal não tem culpa. O responsável é o dono.






Na avenida Belém, Dalva tomou um susto. Massaranduba – não é o personagem do Casseta e Planeta, mas sim um pitbull – saiu da garagem do dono, o mecânico Fábio Augusto Moraes, e correu na direção da moça. Foi nesse segundo que Pandora atacou Massaranduba e rolou com ele no chão. Um atrito entre cães virou briga de vizinho. “Ela avançou nele para me defender. Eu me distraí e passei por lá. O dono deixa o portão aberto e o cão solto”, diz Dalva. “O meu pitbull queria só brincar com ela”, rebate Fábio.






Conflito/ Os cachorros rolaram pelo asfalto. Dalva grita, chora e pede ajuda. O dono do pitbull sai de casa, desesperado, e agarra seu Massaranduba. Bicho dócil em família, mas que pode virar um demônio quando sozinho nas ruas. “Ele sorriu e disse: ‘calma, dona’”, relata Dalva, que registrou boletim de ocorrência.






Apesar da lei estadual em vigor, nenhuma multa foi aplicada ao proprietário do pitbull. “Essa moça passeia com quatro cachorros na minha porta. Os cães dela provocam o meu Massaranduba”, diz.






A família dele defende o cachorro, que realmente parece manso, mas ignora o risco de colocá-lo em liberdade. Um risco para toda a comunidade.






Adestramento, treino fundamental para guiar um cão


Veterinário da Fundação Alexandra Schlumberger recomenda que donos de cães aprendam a criar os cachorros antes de comprar os filhotes; acidentes com os animais poderiam ser evitados se fossem adestrados devidamente






A melhor saída para a pacificação entre os cães e a população é o adestramento. É a opinião de Tiago José Gasparini, 29 anos, veterinário da FAS (Fundação Alexandra Schlumberger). O proprietário de um cão precisa pensar em vários aspectos antes de decidir criar um animal, segundo ele. O principal é ter em mente que não basta dar ração e água ao bicho. Ele necessita de carinho e atenção do dono. “Os animais precisam de brincadeiras, de passeios de lazer. Amor e carinho é fundamental”, diz ele.






Na opinião de Tiago, o episódio dos cachorros Pandora e Massaranduba refletem a falta de conscientização de boa parte da população com os animais e seus direitos. “Os donos de cães ferozes não podem deixá-lo no fundo do terreno, abandonados à própria sorte. Eles devem adestrá-los e aprender a ter autoridade sobre o cão. Recomendo que tenham contato com seus cachorros, para torná-los menos agressivos e mais carinhosos”, diz.






Tiago alerta que o cão de guarda deve ter um espaço só para ele. “Quando o dono abre o portão, ele deve respeitar a lei e garantir que o cachorro, principalmente se for um pitbull ou uma raça de cão feroz, esteja em um local fechado, para garantir a segurança de quem passa na rua, seja criança ou adulto”, afirma.






Na avaliação do veterinário, Massaranduba atacou Pandora e não sua dona, Dalva. “Essa raça foi treinada para duelos com outros animais durante décadas”, diz. “Se realmente atacou, não foi uma pessoa, mas sim outro animal. O cachorro focou a cadela. A Dalva achou que era com ela e se assustou.”






Um pitbull de 9 meses dificilmente ataca uma pessoa, segundo Tiago. Apesar do atrito, o conflito entre donos de cães no Jardim Betânia serve de alerta para outros bairros de Sorocaba. Crianças e até idosos morreram após ataques semelhantes. Se a lei for cumprida, os cães e pedestres estarão salvos.






Perfil do pitbull





Nome :     American Pitbull Terrier









Comportamento

Inteligente e devotado ao dono; agressivo com outros cachorros







Físico

Robusto e atlético







Porte

Médio







Obediência

Submisso, rigoroso







Contra-indicação

Não recomendado para cão de guarda - fica agressivo e hostil







Ancestrais

Pit fighting dogs, importados da Irlanda e Inglaterra











Cuidados com o seu cão





Castração


É recomendável. Diminui o hormônio do corpo e reduz a agressividade


Comando


O adestramento é ótimo para o cão. O dono terá mais autoridade com o animal e poderá controlá-lo em momentos de crise.


Espaço físico


O animal também tem direito a ter seu “canto”. Para o dono e seus vizinhos, é mais seguro também.


Refeições


Os veterinários recomendam que o dono alimente seu cão três vezes por dia. Uma vez só é pouco. Não deixe seu cão sem comer por muito tempo

FONTE DE PESQUISA   :http://www.redebomdia.com.br/noticia/detalhe/4060/Cachorros+a+solta,+um+risco+aos+sorocabanos

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Cão arrastado por quarteirões em SP teve a pata amputada e não resiste

O rottweiler Lobo, arrastado pelo carro do dono por vários quarteirões na última quarta-feira (2), teve uma das patas dianteiras amputadas nesta segunda-feira. Ele perdeu muito sangue e teve rompimento no tendão depois do acidente, em Piracicaba (160 km de São Paulo).








O cão permanece em observação na clínica e sob os cuidados da ONG Vira-Lata Vira-Vida. A presidente da ONG, Miriam Miranda, contou que aplicaram células tronco no cão para acelerar a recuperação do membro, mas o sangue já não estava circulando no local.






Segundo ela, Lobo está calmo e, assim que se recuperar dos ferimentos, passará por um programa de inclusão que a ONG oferece a animais amputados.






"A prioridade é a recuperação dele. Queremos que o caso seja esclarecido, mas sem linchamento de ninguém", disse Miranda.






Segundo o depoimento de dois jovens à Polícia Civil, depois que avisaram o motorista do carro que o animal estava no chão, ele afirmou ser o dono do animal, mas disse que não o queria mais. Após desamarrar a corda que prendia Lobo ao carro, o proprietário foi embora.






O mecânico Claudio César Messias, dono do rottweiler, disse à polícia que o cão pulou do carro sem que ele notasse. Messias afirmou ainda que, quando parou o carro, achou que o animal estava morto e ficou nervoso, por isso saiu do local.


ACIDENTE ?????








Um dia depois de o rottweiler ser socorrido, o dono dele, Cláudio César Messias, disse à polícia que tudo foi um acidente.






Segundo Messias, o cão caiu do carro e, quando os dois jovens avisaram sobre o que estava acontecendo, ele achou que o animal havia morrido, por isso ficou nervoso e deixou o local.






A delegacia ainda apura as circunstâncias do acidente.






O presidente da Sociedade Piracicabana de Proteção aos Animais, Luis Américo Chittolina, afirmou que o proprietário do animal pode ser responsabilizado pelos danos e lembrou que a legislação prevê multa e até prisão de agressores.






Matérias relacionadas: Rottweiler arrastado pelo dono recebe cinco pedidos de adoção;






"O cachorro é meu, faço o que quero com ele", disse homem que arrastou o rottweiler em varias quadras...







João Batista comenta : Me desculpem mas esse senhor é simplesmente doido! Se ele faz isso com um cachorro , com certeza ele fará qualquer animal racional ou irracional que aparecer na frente. As autoridades necessitam tomar providencias rápidas contra essa pessoa e colocá-la atrás das grades e deixá-lo mofando. É um perigo para nossa sociedade. Se alguem quiser deixar algum comentário nós agradecemos.


Só para lembrar este fato foi ocorrido no dia 2/11/2011


Só para avisar a todos o rott chamado Lobo passa bem mas sem uma pata.

Leiam artigo abaixo


SÃO PAULO - O mecânico Claudio César Messias, dono do cão da raça rottweiler, de 7 anos, arrastado por ruas de Piracicaba, no interior de São Paulo, na semana passada, foi multado na última terça-feira, 8, em R$ 1,5 mil pela Polícia Ambiental.




Na tarde da última quarta-feira, 2, o cão foi amarrado em uma pick-up pelo dono e arrastado por vários metros na cidade. Segundo testemunhas, o motorista teria sido avisado por pessoas que estavam no local sobre o que estava acontecendo e obrigado a libertar o cão.



O rottweiler passou por uma cirurgia delicada, na tarde de segunda-feira, 7, em uma clínica particular, na tentativa de salvar uma das patas, que teve que ser amputada, segundo a ONG Vira Lata Vira Vida (http://www.viralataviravida.org.br), para onde o cão foi levado. De acordo com a ONG, ele passa bem após a amputação e já está andando.

Obs: Só não coloquei as fotos do Lobo para não chocar as pessoas . Sem palavras......





Hoje dia 15/11/2011 lamentamos informar que o LOBO o rottweiler arrastado pelo animal que chamava de dono , veio a falecer por complicações. Infelizmente sempre valerá em nosso Brasil " a Corda sempre arrebenta por lado mais fraco". Infelizmente temos que lidar com essas situações de mãos amarradas. E até agora o que aconteceu o ex dono????  Pagou 1.500 reais por mutilação ao animal,  SÓ!!!!!!!!!!





Ocorreu na noite da última terça-feira o cão Lobo, que foi amarrado ao carro e arrastado pelo seu dono em Piracicaba, no interior de São Paulo. O cachorro da raça rottweiler estava internado há 14 dias, sob os cuidados da Ong Vira Lata Vira Vida.




De acordo com a Polícia Ambiental, o caso aconteceu no dia 2 de novembro, quando testemunhas afirmaram terem visto o cão amarrado ao veículo do suspeito, que chegou a ser avisado por moradores que o animal estava morrendo.






Após laudo veterinário, o homem foi autuado no valor de R$ 1,5 mil por mutilação de animal doméstico. Um boletim de ocorrência foi registrado no 2º Departamento de Polícia de Piracicaba.






Na ocasião, Lobo chegou a passar por uma cirurgia e teve uma das patas dianteiras amputadas. Segundo a Ong, o cão chegou a apresentar melhoras no quadro clínico, mas na tarde da terça-feira piorou.






O corpo do cachorro deve passar por necropsia nesta quarta-feira para que seja determinada a causa da morte. Em nota, a Vira Lata Vira Vida lamentou o fato ocorrido e disse esperar que a morte de Lobo sirva como exemplo "para a dolorosa luta contra os maus-tratos".






















terça-feira, 8 de novembro de 2011

AJUDE NOS A CONTINUAR NOSSO PROPÓSITO DE DEFESA DAS RAÇAS VOTE EM NOSSO BLOG

PESSOAL NOS CONQUISTAMOS A PRIMEIRA PARTE DA LUTA . FOMOS CLASSIFICADOS ENTRE OS 100 MELHORES BLOGS  DO CONCURSO TOPBLOG BRASIL 2011. AGORA COMEÇOU A SEGUNDA PARTE, E PARA CONTINUARMOS A DEFENDER O ROTTWEILER  E AS OUTRAS RAÇAS QUE SÃO CONSIDERADAS AGRESSIVAS PRECISAMOS MAIS UMA VEZ DE SUA AJUDA E PARA ISSO PRECISAMOS DE SEU VOTO . EU SEI QUE PODEMOS CONTAR COM A AJUDA DE VOCÊS . VOCÊS JÁ NOS AJUDARAM NO PRIMEIRO TURNO, ENTÃO AJUDE COM SEU VOTO PARA PODERMOS CONTINUAR NOSSO SERVIÇO .OBRIGADO JOÃO BATISTA ADMINISTRADOR DO BLOG ROTTWEILERUMCAOPANHEIRO



STAFF IN won the first part of the fightWE WERE RANKED AMONG 100 BEST BLOGSCONTEST TOPBLOG BRAZIL 2011Now comes the second party, and to continue to defend ROTTWEILER AND OTHER RACES THAT ARE HELD TO BE MOREAGGRESSIVE BECAUSE WE NEED YOUR HELP AND THAT WE NEED YOUR VOTEI KNOW WE CAN COUNT ON TO HELP YOUYOU HAVE HELPED IN THE FIRSTROUND, THEN VOTE WITH YOUR HELP WE CAN CONTINUE TO OUR SERVICE.THANK YOU JOÃO BATISTA blog administrator ROTTWEILERUMCAOPANHEIRO