Nossa garota

Nossa garota

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Encontro de cães conhecidos como maus vira atração na Duque de Caxias

Quem passou em frente à Base Aérea de Campo Grande, na tarde de sábado, deve ter reparado na quantidade de cachorros da raça rottweiler que estava por ali. Tinha de lacinho, ao lado do carrinho de bebê, com lenço, brincando com o dono... A cena era no minimo interessante, um encontro de animais de uma raça que tem uma fama nada boa.

"Acho estranho mesmo. São muito bravos e fortes e nenhum tem focinheira", comentava Ana Amalia Rojas, ao se preparar para andar pela Duque de Caxias, como faz sempre aos fins de semana.
Os criadores se encontram justamente na tentativa de acabar com o que consideram "medo generalizado", que na avaliação deles, não tem sentido. Montaram um grupo para mostrar que um animal de estimação, independente da raça, pode ser só amor, quando bem cuidado.
Já foram sete encontros e a ideia é ir além. A proposta surgiu por um motivo não muito sentimental, mas por uma necessidade comercial. Quando o vendedor Alessandro Rivarolla, de 31 anos, que é criador de cães há mais de sete anos, encontrou dificuldades para encontrar um par para cruzar com a Shakira, uma de suas cadelas, há dois anos.
“Eu tinha dificuldade de encontrar outras pessoas que gostassem da raça, então criei uma página no Facebook. E pela internet a gente combina os encontros. É legal que sempre vem alguém novo e a gente acaba fazendo contatos”, comenta.
Mas com o tempo começaram a surgir pessoas sem interesse a não ser a vontade de encontrar gente com os mesmos interesses. Então,nas tardes de sábado, os cães aparecem com as famílias.
Nas reuniões, os criadores podem trocar informações importantes para quem lida com a raça. Falam sobre tipos de ração, medicamentos e cuidados. Por exemplo, quem tem rottweiler não deve criar em local de piso liso, a falta de atrito pode causar problemas nas articulações dos cães.
O encontro acaba sendo um misto de lazer e aprendizagem para quem dedica boa parte do tempo a cuidar dos cães. Ali surgem amizades e tudo começou na internet. A página da Associação Amigo do Rottweiler - Campo Grande, MS já conquistou mais de 2 mil curtidas.
Uma vez por mês, a interação sai do ambiente virtual e vai parar na calçada da Duque de Caxias. O lugar foi escolhido pelo espaço e também pelo ponto de referência. “Em frente ao aviãozinho da Base. Aqui é fácil de achar”, diz o organizador.
No último sábado, mais de 13 cachorros participaram, Wilson Rodrigues Ferreira Filho, de 28 anos, foi com Thor, de 1 ano e meio. Para ele a ideia é ótima. “Nós somos todos amantes de rottweiler, então é bom poder encontrar pessoas que gostam tanto quanto você para conversar”, comenta.
Os encontros são sempre anunciados com antecedência na página. Ocorrem uma vez por mês, geralmente aos sábados às 16 horas.

Nenhum comentário: