Nossa garota

Nossa garota

domingo, 16 de agosto de 2009

Cães ajudam no tratamento de crianças especiais

Cães ajudam no tratamento de crianças com câncer em Natal.

Da afinidade entre crianças e animais, surgiu a idéia de incluir o cachorro na terapia dos pacientes em tratamento contra câncer. O resultado tem sido positivo.


Uma terapia diferente está trazendo bons resultados no tratamento de crianças com câncer, em Natal. Não é um novo remédio, nem nada que se consiga em laboratório. É algo bem mais simples.


Os olhos curiosos de Ana, a euforia de Cecília, o registro fotográfico de Stephanie. A alegria e o desejo de Bruno. “Achei o cachorrinho legal e lhe dei um de presente”, diz uma mãe.


Quando a visita no hospital é feita pelo Doutor Dog, as reações são as mais diversas. Da afinidade entre crianças e animais, surgiu a idéia de incluir o cachorro na terapia dos pacientes em tratamento contra câncer.


O resultado, tanto no ambulatório quanto na enfermaria, tem sido bastante positivo. “As nossas crianças ficaram mais calmas, menos ansiosas, aceitam melhor as condutas médicas”, conta a médica Cassandra Vale.


Ele brinca, obedece aos comandos e aguarda pacientemente aproximação dos pequenos colegas. O programa se repete há dois anos a cada 15 dias e anima até os que vieram apenas como acompanhante.


“É bem diferente, bem bacana, distrai mais. É uma terapia boa”, opina Josilene Oliveira, mãe de um paciente.


Uma ação voluntária que premia quem recebe e quem dá o carinho. “É um trabalho muito gratificante, relaxa as crianças, tira aquela rotina do hospital um pouco. As crianças se esquecem que estão no hospital, que tem aquele problema. Enquanto estivermos vivos, vamos fazer esse tipo de trabalho”, afirma um médico.


Carinho faz bem de todos os tipos, até nos animais. Essa interação entre criança e cachorro, às vezes, é até misteriosa.

Nenhum comentário: